Vaticano

(32) 3361-2025

Multimídia

Dízimo

Jornada Mundial da Juventude: Uma Reflexão sobre as Palavras do Papa Francisco


Jornada Mundial da Juventude: Uma Reflexão sobre as Palavras do Papa Francisco

A Jornada Mundial da Juventude, um evento católico que mobiliza milhões de jovens ao redor do mundo, tomou as ruas de Lisboa, Portugal, na última semana, preenchendo-as com cores, alegria, fé e esperança. No centro de todas as atividades estava o Papa Francisco, cujas palavras ecoaram não apenas nos corações dos jovens, mas em todos aqueles que estavam sintonizados com a mensagem da Igreja Católica.
Desde o início de seu pontificado, o Papa Francisco sempre demonstrou um carinho especial pela juventude. Em Lisboa, isso não foi diferente. Em suas diversas intervenções, Sua Santidade falou diretamente ao coração dos jovens.
– Cerimônia de Acolhimento ao Papa (03/08):
“Somos todos chamados pelo Senhor, chamados porque amados. Chamemo-nos pelo nome e lembremos uns aos outros a beleza de ser amados e preciosos, conscientes de que Deus nos ama como somos, com nossas fraquezas e nossos limites, e de que a Igreja nos acolhe a todos, todos.” Com essas palavras, Francisco desejou uma feliz JMJ aos jovens presentes naquele que foi o primeiro momento de encontro entre eles e o Papa, na cerimônia de Acolhimento realizada no Parque Eduardo VII em Lisboa na quinta-feira, 3 de agosto. O evento reuniu meio milhão de pessoas.
Amigo, amiga, prosseguiu o Papa, se Deus te chama pelo nome significa que, para Ele, não és um número, mas um rosto. Quero fazer-te notar uma coisa: muitos, hoje, sabem o teu nome, mas não te chamam pelo nome. Com efeito, o teu nome é conhecido, aparece nas redes sociais, é processado por algoritmos que lhe associam gostos e preferências. Mas tudo isso não interpela a tua singularidade, mas a tua utilidade para pesquisas de mercado. Quantos lobos se escondem por trás de sorrisos de falsa bondade, dizendo que conhecem quem és, mas sem te querer bem, insinuando que creem em ti e prometendo que serás alguém, para depois te deixarem sozinho, quando já não lhes fores útil.
São as ilusões do mundo virtual, advertiu Francisco, e devemos estar atentos para não nos deixarmos enganar, porque muitas realidades que nos atraem e prometem felicidade mostram-se depois pelo que são: coisas vãs, supérfluas, substitutos que deixam o vazio interior. Jesus, não! Ele tem confiança em ti, para Ele tu contas.
– Via Sacra (04/08):
Após passar por entre os 800 mil presentes a bordo do papamóvel, o Pontífice deu início ao evento com a sua bênção e, em seguida, dirigiu aos jovens algumas palavras, deixando de lado o texto previamente preparado.
“Hoje, vocês vão caminhar com Jesus hoje. Jesus é o Caminho e nós vamos caminhar com Ele, porque Ele caminhou.”
– Missa de Encerramento (06/08):
A Santa Missa de encerramento em Lisboa foi celebrada pelo Papa Francisco em português, mas o discurso da homilia foi feito em espanhol. Em sua fala, o pontífice defendeu a necessidade de amar o próximo: “Amar o próximo como é, não apenas quando está em sintonia conosco, mas também quando nos é antipático e apresenta aspectos de que não gostamos”, afirmou.
Francisco pediu várias vezes que os jovens tenham coragem diante dos desafios da vida. “A vós, jovens, que cultivais sonhos grandes mas frequentemente ofuscados pelo medo de não os ver realizados; a vós, jovens, que às vezes pensais que não ides conseguir; a vós, jovens, tentados neste tempo a desanimar, a julgar-vos inadequados ou a esconder a vossa dor disfarçando-a com um sorriso, Jesus diz: ‘Não tenhais medo'”, afirmou.

Compartilhar

Relacionados

FOLHETO – 30 DE MAIO DE 2024 – CORPO E SANGUE DE CRISTO

FOLHETO – 26 DE MAIO DE 2024 – SOLENIDADE DA SANTÍSSIMA TRINDADE

Assine nossa news

ATENDIMENTOS

Atendimento secretaria:

Segunda a sexta-feira
de 8h às 11h30 e
de13h às 16h30

Copyright Paróquia de Sant’Ana de Carandaí ©. Feito com por
Copyright Paróquia de Sant’Ana de Carandaí ©.
Feito com por