Vaticano

(32) 3361-2025

Multimídia

Dízimo

Unção dos Enfermos

“A doença e o sofrimento estiveram sempre entre os problemas mais graves que afligem a vida humana. Na doença, o homem experimenta a sua incapacidade, os seus limites, a sua finitude. Qualquer enfermidade pode fazer-nos entrever a morte. A doença pode levar à angústia, ao fechar-se em si mesmo e até, por vezes, ao desespero e à revolta contra Deus. Mas também pode tornar uma pessoa mais amadurecida, ajudá-la a discernir, na sua vida, o que não é essencial para se voltar para o que o é. Muitas vezes, a doença leva à busca de Deus, a um regresso a Ele.” (Catecismo da Igreja Católica, § 1500-1501)

O sacramento da Unção é extensão do cuidado de Cristo para com os doentes por meio da ação da Igreja, manifestando a proximidade do Reino de Deus. Desde o início, a comunidade cristã seguiu seu exemplo, como atestado na Carta de São Tiago: “Alguém dentre vós está doente? Mande chamar os presbíteros da Igreja para que orem sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. A oração da fé salvará o doente e o Senhor o porá de pé; e se tiver cometido pecados, estes lhe serão perdoados.” (Tg 5, 14-15). A graça desse sacramento, dado somente pelo sacerdote, consiste na doação de um dom particular do Espírito Santo, na união com a paixão de Cristo, na graça da proximidade eclesial e na benéfica preparação para a Páscoa definitiva.

Lembramos que não deve ser usada a expressão “extrema unção” com o sentido de último sacramento. O último é o Viático (a comunhão eucarística ao doente em preparação para a morte). Nenhum sacramento é administrado em falecidos, somente se houver dúvida de sua passagem.

Quem pode receber?

Doente grave (pode se repetida se a doença continuar ou recair na mesma);

Idoso com as forças debilitadas;

Antes de intervenção cirúrgica em vista de uma doença grave;

Crianças que tenham o uso da razão (ou com uso presumido);

Doentes privados dos sentidos ou do uso da razão desde que católicos e presumindo que pediriam se estivessem conscientes.

De modo algum deve-se protelar a recepção do sacramento da Unção dos Enfermos.

Entre em contato com a secretaria paroquial pelo telefone ou pessoalmente na casa paroquial, a fim de pedir a visita do sacerdote.

Assine nossa news

ATENDIMENTOS

Atendimento secretaria:

Segunda a sexta-feira
de 8h às 11h30 e
de13h às 16h30

Copyright Paróquia de Sant’Ana de Carandaí ©. Feito com por
Copyright Paróquia de Sant’Ana de Carandaí ©.
Feito com por